A China no século 21

“Quando a gente enfrenta um tema como a China, fica meio tolhido pela abundância de material. Não é porque a China é muito grande, mas porque é uma sociedade complexa, com 5 mil anos de história. Assunto não falta. A dificuldade é a gente selecionar o que a gente acha que é mais relevante. Havia uma previsão de que o século 21 seria o século chinês. Se a gente olha o comportamento da economia chinesa recente, fica pensando se essa profecia não tem razão de ser.”

Com Carlos Alonso Barbosa de Oliveira, doutor em ciências econômicas pelo Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas e livre-docente pelo mesmo instituto. Diretor do Centro de Estudos Sindicais e Economia do Trabalho da Unicamp. Entre suas publicações mais recentes estão Políticas de combate à pobreza no município de São Paulo e Processo de industrialização: do capitalismo originário ao atrasado.

 

LEIA MAIS