0

A necessidade das utopias

Desde Thomas Morus até Ernst Bloch com seu princípio esperança, não podemos pensar a utopia senão como o motor mesmo de toda criação. Em certa medida, todo ato criativo é um ato utópico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top